Resenha de Quinta – Novex Meus Cachos No Poo

Há algum tempo eu recebi na Glambox um produto para cachos e estranhei, já que os meu cabelos são, no máximo, ondulados. Tratava-se de um condicionador para No Poo, técnica que já falei aqui, que apesar de ser pensada para cabelos crespos e cacheados, pode ser utilizada em qualquer tipo, inclusive em lisos. Assim, resolvi testar e agora vou contar para vocês o que eu achei.

1

Segundo a marca:

Uma novidade que revolucionou o universo das cacheadas, a técnica de No Poo, consiste em lavar os cabelos utilizando somente o condicionador e esse deve ser livre de sulfatos, parabenos e silicones. Com isso os cachos ficam muito mais hidratados, cheios de brilho, macios e com um crescimento saudável. Além de totalmente indicado para esta técnica, Novex Meus Cachos No Poo Tratamento Condicionante Especial, ainda traz em sua fórmula dois ativos que vão te dar uma mãozinha no cuidado com os cachos: O Óleo de Monoi que é excelente para hidratar e reparar as madeixas e a Cranberry, uma frutinha danada de poderosa que possui o incrível efeito memorizador dos cachos.”

3

A textura é a de um condicionador mesmo, bem cremosinha e hidratante. Devo dizer que achei estranha a sensação de lavar o cabelo com um produto que não faz a mínima espuma na primeira vez, mas depois acostumei. Ainda prefiro com, mas já não acho tão esquisito. Sobre a limpeza, com certeza é efetiva. Não é porque não tem shampoo que não limpa ou não tira a oleosidade do cabelo, que sempre está presente por aqui hahaha.

Efeito nos cabelos:

4

No geral, gostei bastante. Os fios ficaram limpos, leves e macios. Não sei se vou aderir totalmente e usar somente essa técnica para lavagem, mas com certeza achei interessante.

Ele custa em média R$25,00 e pode ser encontrado em farmácias e perfumarias, pelo que pesquisei.

Ingredientes:

2

Alguém usa? Gostam?

Penteados para Long Bob

Já falei pra vocês que estou com vontade de cortar o meu cabelo e aderir ao long bob, né? Fiz até post com inspirações. Mas sabem como é a síndrome de Sansão, a gente não consegue se livrar dos fios longos.

Até estava arrumando algumas desculpas de que não dava para fazer penteados com o cabelo nesse comprimento, mas realmente isso não se sustenta, já que fui procurar e achei vários lindos. Assim, resolvi trazer algumas opções de penteados para long bob como inspiração pra vocês (e pra mim também hahaha)…

Liso

Penteados para long bob liso2

O mais simples de todos, mas que dá um toque muito moderno ao visual! Liso chapado ou com movimento, está super em alta!

Messy/Bagunçado

Penteados para long bob messy Penteados para long bob messy3 Penteados para long bob messy2

A ideia é um look com cara de quem acabou de acordar e já está arrasando. Seja porque seu cabelo é bagunçado naturalmente ou com o uso de uns beach sprays, o visual messy, aquele bagunçado despojado super interessante, é um excelente aliado! Vai dizer que você nunca desejou aquele cabelo podrinho de alguma celebridade no red carpet…

Ondas ou Cachos

Penteados para long bob ondas Penteados para long bob ondas2 Penteados para long bob ondas3

Se você tem naturalmente, agradeça, pois cachos e ondas estão com tudo! Eu preciso lançar mão do babyliss, mas como ainda não encontrei o que dá mais certo pra mim, sigo procurando. Volume é a palavra aqui, tanto em cachos mais perfeitinhos como nas ondas rebeldes.

Preso

Penteados para long bob preso Penteados para long bob preso2 Penteados para long bob preso3

Enroladinho, com presilha, com grampos, moicano ou de um lado só. Os penteados presos ou semi-presos são fáceis e muito bonitos!

Coque

Penteados para long bob coque Penteados para long bob coque2 Penteados para long bob coque3

Tem um grande mito de que não dá pra fazer coque em cabelos curtos como o long bob, mas olha só quantas opções diferentes para escolher.

Trança

Penteados para long bob trança Penteados para long bob trança3 Penteados para long bob trança2

Como fica difícil fazer uma trança única no cabelo curto, os penteados com trança são a melhor opção, além das boxer braids.

Acho que agora posso parar de enrolar, né? hahaha

Gostaram?

CABELO – O Corte do Momento

Faz pouco tempo que postei aqui sobre o meu corte de cabelo, que saiu do longo para o médio, embora já tenha cortado há alguns meses. Nesse meio tempo os fios já cresceram um pouco e eu ando meio indecisa com o que fazer com ele. Explico: acho que já está na hora de dar uma aparada nas pontas, visto que já tem um tempo do corte e eu tô achando ele meio sem graça, já que o corte está reto. Pensei em dar uma repicada, mas gosto do que posso fazer com ele reto e decidi em deixar crescer novamente.

Bom, até aí tudo estava certo, até que vi algumas pessoas cortando o cabelo meio que ao mesmo tempo e gostei tanto que fiquei meio perdida.

O movimento pró-longbob foi tão forte que eu fiquei meio apaixonada. Vi várias personalidades diferentes se dando bem com o corte que me deu aquela coceirinha para tacar a tesoura. E quanto mais eu via, mais eu queria. Vamos às provas…

Marina Ruy Barbosa

4

Juliana Paes

5

Miranda Kerr

2

Kendall Jenner

LOS ANGELES, CA - JUNE 11:  Model Kendall Jenner attends  Tyler, the Creator's fashion show for Made LA at L.A. Live on June 11, 2016 in Los Angeles, California.  (Photo by Kevin Winter/Getty Images)

E minha maior inspiração até o momento…

Camila Coelho

6

Não gosto muito dela, mas adorei o corte, achei que ficou ótimo. E pelo meu tipo de cabelo, acredito que esse corte da Camila ficaria muito legal pra mim, mas e o medão? Meu cabelo demora horrores para crescer e eu já cortei bastante recentemente, então fico naquele vai-nã0-vai.

Óbvio que nas fotos acima tem escova nos cabelos, tem produtos bons, tem super cuidados, mas ainda assim eu tô na queredeira. Realmente tô desejando esse corte da Camila pra mim.

Mais algumas fotos pra ajudar:

1

Não tenho muitas fotos de quando tinha 15 anos, mas já tive o cabelo mais curto. Dá uma olhada nessa que achei no fundo do baú:

SDC12984

Tá ruim, mas dá pra ter uma ideia, né?

 

Agora estou muito em dúvida sobre cortar ou não, mas essas inspirações acima estão um arraso, né? O que vocês acham?

Doei o Meu Cabelo!

Já falei aqui no blog sobre doação de cabelo. Se você não viu, clique aqui. E o fiz justamente porque sempre tive vontade de fazer essa doação, mas acabava deixando passar. Um dia desses bateu uma vontade do nada e pá! Cortei!

Sim, eu cortei sozinha – já tem um certo tempo que eu corto meu cabelo sozinha, e pedi ao Pedro que levasse meu cabelo lá na instituição, a ONG Atitude na Cabeça, que fica em Curitiba. Gostaria eu mesma de ir, porém como ela só funciona durante a semana, ficava muito difícil, aí pedi a ele que fizesse esse favor pra mim. Foi assim que eu doei o meu cabelo e, ó, posso dizer que me senti muito bem fazendo isso.

IMG_2412

Quer saber mais sobre a ONG? Acesse http://atitudenacabeca.com.br/. Você pode ajudar enviando seu cabelo pelo correio ou fazendo uma doação.

  • Para enviar seu cabelo:

Rua Francisco Rocha, Nº 1544, CEP 80420-130 – Bigorrilho – Curitiba – PR
Telefone: (41) 9146-1383

  • Para fazer uma doação:

banner_topo_right2

Ajudar faz bem!

Doação de Cabelos

A maioria das mulheres tem um grande cuidado com os cabelos, desde o corte até os vários produtos usados. Eles são símbolo de feminilidade e ajudam bastante na composição facial, pois dão forma ao rosto, como uma moldura. Por isso é tão difícil perder os cabelos por conta de doenças ou acidentes. Além de fazer mal para a saúde, também afetam a autoestima.

cancer

A luta contra o câncer, por exemplo, é extremamente difícil e pesada. Agora imagine você, além de não estar bem, ainda não conseguir se sentir feliz com o que vê no espelho. Não é uma vaidade fútil, pois está em jogo também seu amor próprio, o psicológico fica frágil e muito abalado, então sentir-se bonita e forte é muito importante para enfrentar um tratamento como este. Não é apenas vaidade, mas também a recuperação da vontade de vencer.

Um exemplo é o uso de perucas que ajuda a recuperar a autoconfiança e a autoestima das mulheres. Mas como nem todas possuem condições para arcar com os custos de uma, algumas ONGs surgiram para ajudar. Elas recebem cabelos doados pelas pessoas e fabricam perucas para quem não tem condições de comprar uma.

É uma causa muito legal que tem ganhado força recentemente e até celebridades estão apoiando, como Miley Cyrus e Shailene Woodley.

Como doar?

Existem alguns requisitos para a doação dos cabelos para as instituições.

  • O cabelo precisa ter, em média, 15 centímetros. Mas é melhor entrar em contato com a instituição para a qual você quer doar antes, pois este tamanho pode ser maior ou menor.
  • Não há restrição em relação à cor ou tipo de cabelo – inclusive os com química podem ser doados.
  • O corte precisa ser feito com os fios secos, pois o cabelo pode mofar se molhado.
  • É importante prender o cabelo em mechas com um elástico para o corte, a fim de que eles não se soltem nem se percam.
  • O corte deve ser feito cerca de dois dedos acima do elástico para garantir que fiquem bem presos.
  • Nunca deixe os fios cortados tocarem o chão.
  • Alguns salões tem experiência com corte para doação e sabem como proceder. Pergunte pelo serviço. Alguns inclusive não cobram o corte para essa finalidade.
  • Se você for cortar em um salão sem essa experiência, avise ao cabeleireiro que quer cortar para doação e peça que ele prenda a mecha com um elástico.
  • Normalmente a entrega pode ser feita pessoalmente ou pelos Correios. Nesse caso, coloque o cabelo em um saco plástico antes de embalar para enviar.

Onde doar?

Há algumas instituições que fazem este trabalho. É só escolher uma e doar!

– São Paulo:
ONG Rapunzel Solidária – Caixa Postal 57007, CEP 04089-972. São Paulo – SP. Email: rapunzelsolidaria@gmail.com

– Rio de Janeiro: 

Banco de Perucas Laço Rosa – Rua Desembargador Isidro, 18, Sala 910. CEP 20521-160. Rio de Janeiro – RJ. Email: atendimento@fundacaolacorosa.com

– Espírito Santo:
Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer do Hospital Santa Rita de Cássia – Avenida Marechal Campos, 1579. CEP 29043-260. Vitória – ES. Email: afecc@santarita.org.br

– Rio Grande do Sul
ONG CabelaçoCaixa Postal 58. CEP 92010-300. Canoas – RS. Email: cabelaco.rs@gmail.com

– Santa Catarina
Banco de Perucas do Hospital Infantil Joana Gusmão – Rua Rui Barbosa, 152. CEP 88025-301. Florianópolis – SC. Email: hijg@saude.sc.gov.br

– Paraná
ONG Atitude na Cabeça – Rua Francisco Rocha, 1544. CEP 80420-130. Curitiba, PR. Email:atitudenacabeca@gmail.com

– Mato Grosso
Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso – Rua do Caju nº 329. CEP 78048-473. Cuiabá – MT. Email: aacc@aacc-ms.org.br

– Bahia
ONG Fios de Esperança – Rua Plínio Moscozo, número 627, 901-A. CEP 40155-812. Salvador – BA.

Gostaram do post?

Você Conhece No Poo E Low Poo?

Existem muitas técnicas de cuidado com os cabelos por aí. Alguns cabelos se adaptam melhor ao tipo X, outros ao tipo Y, o negócio é ir testando e ver como seu cabelo reage a cada uma. E uma dessas técnicas é a de No Poo e Low Poo.

hidratacao_dos_cabelos

Essas técnicas surgiram a partir da crença de que os sulfatos, que são substâncias encontradas na grande maioria dos shampoos, não retiram apenas a sujeira dos cabelos, mas também os lipídeos dos fios, a oleosidade natural que eles produzem. Dessa forma, foram criados dois meios a fim de evitar esse dano, utilizando produtos sem sulfato. No caso do No Poo, não se usa shampoo ao lavar o cabelo. Já no caso do Low Poo, é usado shampoo, mas apenas versões que não contenham sulfato.

Esses conceitos foram criados por Lorraine Massey, a partir de sua experiência com seu cabelo cacheado. Ela montou um salão especializado nesse tipo de cabelo, além de lançar um livro sobre o tema e criar uma linha de produtos com essa ideia, que logo se espalhou.

Os produtos No Poo e Low Poo são diferentes, pois não fazem espuma, já que o produto responsável por isso é justamente o sulfato. E com a falta deste, outras substâncias também devem ser evitadas pelas usuárias destas técnicas, como derivados do petróleo (petrolato, óleos minerais, vaselina, parafina líquida) ou silicones insolúveis em água, pois eles só saem do cabelo com o sulfato.

Algumas questões que podem surgir:

  • Mas se não se usa shampoo no No Poo, como é feita a lavagem? Através da Co-Wash, abreviatura de conditioner wash, que é a lavagem apenas com um condicionador sem aqueles itens mencionados na composição.
  • E como é feita a Co-Wash? É simples, basta aplicar o condicionador nos cabelos, massagear bem para a limpeza e depois enxaguar. Pronto, os fios estão limpos e macios.
  • Não sei bem como saber se o produto que vou comprar é adequado, pois não entendo exatamente quais são os itens proibidos. Como proceder? Aqui está disponível uma lista com as substâncias proibidas e permitidas nas técnicas feitas pelas usuárias e que é constantemente atualizada.
  • Já existem produtos feitos especificamente para No Poo e Low Poo? Sim, no mercado já é possível encontrar com relativa facilidade produtos específicos para essas técnicas.
  • Somente as cacheadas podem usar essas técnicas? Não, de forma alguma. Como o conceito foi criado por uma cacheada e nelas o efeito é mais potente, se fala mais no uso de No Poo e Low Poo por meninas com cabelos cacheados ou crespos, mas como basicamente se usam produtos mais leves, podem ser usadas em qualquer tipo de cabelo.
  • E quem tem cabelos oleosos, pode usar? Sim, inclusive como as adeptas dizem que os sulfatos retiram os bons lipídeos dos fios, as chances de ocorrer um efeito rebote é grande em quem tem cabelos oleosos. Nesse caso, essas técnicas também ajudariam.
  • Máscaras e finalizadores ainda podem ser usados junto com essa técnicas? Junto com o No Poo, não. E com o Low Poo, apenas se não tiverem nenhuma das substâncias proibidas, caso contrário somente um shampoo com sulfato conseguiria retirá-los.
  • Esses tratamentos fazem efeito em todo mundo? Não dá pra saber. São muitos os relatos de quem usou e aprovou, mas se vai fazer uma diferença gritante no seu cabelo, apenas testando.

 

Deixo ainda dois links sobre o assunto bem explicadinhos: aqui e aqui.

Gostaram do post? Ficou bem explicado?

50 Ideias de Cabelos Curtos para Inspirar

Ando na vibe do cabelo curto. Acho que é o verão que pede mais frescor e cabelo muito comprido não combina muito com isso (pelo menos pra mim irrita um pouco, viu?). Além disso, estou com um projeto muito legal que logo vou contar pra vocês.

Quando me bateu a queredeira, porque meu cabelo estava muito comprido, comecei a pesquisar e me vi doida! São tantas opções de cortes! Pensando nisso, trouxe 50 ideias de cabelos curtos para inspirar. Vai que você vê um aí, se apaixona e corre pro salão.

1 6 2 7 3 8 4 9 5 10

Muito lindos né?

A minha ideia de cabelo curto é aquele que fica entre a linha dos ombros e a linha do queixo (como esse da última foto acima, da Keira Knightley). Menos que isso eu já acho super curto e mais que isso, médio. Se quiserem posso trazer inspirações nesses tamanhos também.

 

Já achou seu favorito?

Umectação

Cuidar dos cabelos é essencial para que eles estejam sempre brilhosos, soltos e macios. Já fiz um post falando sobre a diferença entre as máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução. Se você não lembra, veja aqui.

Hoje vamos falar sobre nutrição, mas não exatamente com máscaras. Existe um processo que nutre os fios e os deixa muito saudáveis que aos poucos está ganhando espaço por aqui, a umectação. Usado há muuuito tempo na Índia e bem conhecido entre as cacheadas e crespas, agora está se destacando também entre os mais diversos tipos de cabelo, pois não há restrições.

Mas em que consiste exatamente a umectação?

Basicamente, é nutrir o cabelo através da aplicação de óleos vegetais para repor os lipídios dos fios, muito necessários para a saúde capilar. Como dito acima, não há restrições e mesmo quem tem os cabelos com química ou oleosos pode fazer sem medo, pois isso só faz bem, devido a ser um processo muito natural.

O que usar para fazer essa umectação?

Óleos vegetais dos mais diversos tipos, como óleo de amêndoas, de rícino, de pequi, de abacate, de semente de uva, de jojoba, de linhaça e os mais famosos: de argan, de coco e azeite de oliva. O importante é que o produto usado seja 100% natural, livre de parafinas ou silicones. Também é possível utilizar manteigas vegetais, como karité, cupuaçu, manga, murumuru e cacau. Não há algum que seja específico e geralmente funciona com todos, mas é possível que exista um que se encaixe de maneira melhor para os seus fios. O negócio é testar!

Como realizar o processo?

Com os cabelos secos, limpos ou sujos (isso não vai interferir), aqueça o óleo ou derreta a manteiga até que fique numa temperatura agradável e aplique em todo o comprimento dos fios, mecha por mecha, evitando a raiz se o seu cabelo for oleoso. A técnica indiana indica que seja realizada uma massagem nos fios para melhor desempenho. Deixe agir por, no mínimo 1 hora. Já o máximo… Não existe! Você pode inclusive dormir com o produto no cabelo utilizando uma touca. Após isso, lave os fios de 2 a 3 vezes com o shampoo de sua preferência para retirar todo o óleo e evitar o aspecto pesado. Finalize com condicionador para fechar as cutículas e enxágue com água fria ou morna. Evite utilizar secador ou chapinha após a umectação, dando preferência à secagem natural. Caso seja realmente necessário, não esqueça do protetor térmico!

Com que frequência posso fazer a umectação?

Mais ou menos a cada 15 dias ou conforme seu cabelo necessitar, não esquecendo de intercalar com hidratação e reconstrução.

Espero que vocês tenham gostado das dicas! Testem e me contem, tá?